Autor: Rui Venâncio

Resumo

 

Talvez o maior desafio que atualmente se coloca a um território na era da globalização seja o de, reconhecendo os seus vetores de diferenciação, ser capaz de se recriar, afirmando-se num cenário global.

Tendo como objeto de estudo o território referente à cidade de Peniche, pretende-se desenvolver um projeto que, partindo do conceito de economia criativa, possa contribuir e potenciar o desenvolvimento económico e social sustentado desta comunidade, através da recriação e projeção económica de recursos endógenos ligados ao mar, ou à sua matriz cultural, com elevado potencial diferenciador.

Este projeto adota como pergunta de partida a inquirição de como poderá a chamada economia criativa contribuir para o desenvolvimento económico e social sustentado da cidade de Peniche. Neste sentido, este trabalho pretende analisar o contributo do tecido económico criativo para a valorização territorial em contexto de requalificação urbana (em particular, em cidades costeiras de pequena dimensão), identificar os ativos territoriais endógenos capazes de contribuir para o desenvolvimento económico e social sustentado da comunidade, e construir uma estratégia de valorização territorial, ancorada na cultura e na criatividade, com forte envolvimento comunitário, tendo como base o conceito de sustentabilidade ambiental, em torno do mar e dos seus recursos. A recriação do núcleo histórico de Peniche de Baixo enquanto território criativo e a utilização da criatividade enquanto vetor de coesão social e qualificação pessoal, constituem outros dos desideratos associados a este trabalho. Da concretização deste enunciado surge o projetoPeniche – Creative Wave, apontando uma estratégia de desenvolvimento em linha com os documentos estratégicos definidos para este território.

 

 

Palavras-chave: economia criativa; mar; sustentabilidade ambiental; envolvimento comunitário; requalificação urbana; desenvolvimento económico e social sustentado.

 

Abstract

 

Perhaps the greatest challenge that currently confronts a territory in the era of globalization is that of recognizing their vectors of differentiation be able to recreate and affirming itself in a global stage.

With the object of study the city of Peniche, we intend to develop a project that, based on the concept of creative industries, can contribute to enhance the economic and social development of this community through recreation and economic projection of endogenous resources connected to the sea, or its cultural matrix, with a high differentiation potential.

This project adopts the initial question of how the creative economy can contribute to economic development and social development of the city of Peniche. Thus, this paper aims to analyze the contribution of the creative class for the potentiation of the territory in the context of urban regeneration (particularly in small coastal towns), to identify the endogenous territorial assets that can contribute to the economic and social development of community, and build a local strategy anchored in culture and creativity, with strong community involvement, based on the concept of environmental sustainability, around the sea and its resources. The recreation of the historic center of Peniche de Baixo as creative territory and the use of creativity as a vector of social cohesion and personal qualification, are the other goals of this work. Of the implementation of this statement appears the Peniche – Creative Wave project, pointing to a development strategy in line with the strategic documents defined for this territory.

Keywords: creative economy; sea, environmental sustainability, community involvement, urban renewal, economic and social sustainable development.