Pereira, Ana, Impactos Económicos, Culturais e Sociais do Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha [tese se mestrado], Caldas da Rainha: ESAD.CR, 2015

O Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha é um edifício construído em 2008 ao abrigo do Programa Operacional de Lisboa e Vale do Tejo. É considerado um equipamento com condições únicas para o acolhimento do que de mais sofisticado se pode produzir ao nível da criação artística em matéria do espectáculo ao vivo (dança, teatro e música).
O estudo de caso adoptou assim uma pergunta de partida: “Quais os impactos culturais, sociais e económicos do Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha”. A investigação foi realizada a partir da inquirição do público que o frequenta e dos seus funcionários como primeiros fruidores e pessoas capazes de identificar a interacção da programação cultural e artística com a população ao nível: 1) da evolução da literacia cultural e artística dos públicos;

2) dos benefícios sociais da sua implantação na concretização de um bom ambiente social;

3) como elemento dinamizador do comércio local e da captação turística.

O CCC, depois de 18 anos de um interregno de actividades de uma sala de espectáculos em Caldas da Rainha, assumiu-se como o elemento estruturador de uma política cultural da autarquia para a cidade, tendo, no entanto, que concretizar ao mesmo tempo uma estratégia regional uma vez que a sua construção teve como objectivo a criação de uma região euro-atlântica comparável a outras regiões europeias com o objectivo de romper com as assimetrias existentes entre as regiões no território português em matérias de fruição e criação cultural e artística. A edificação do CCC representa assim – potencialmente, como desígnio –, uma mais-valia para a região Oeste pela contribuição – assumida no seu documento de missão –, para a valorização territorial e do potencial humano.

Palavras-chave: Impactos, cultura, social, económico, espectadores, equipamentos culturais, programação.

Para ler aqui.