“O Atlas Mnemosine pretende”, afirma Warburg, “com seu material de imagens ilustrar o processo” [de desdemonificação da herança das impressões cunhadas pelo phóbos], “que se poderia designar como uma tentativa de introjeção na alma dos valores expressivos pré-formados na representação da vida em movimento”.

Este Bilderatlas consiste numa série de pranchas contendo montagens de fotografias que unem uma série de obras de arte: vestígios do Renascimento, mas também achados arqueológicos da Roma e da Grécia antiga, bem como publicidade, recortes de jornais e selos da cultura do século XX. Estas imagens constituem assim uma forma de dizer o mundo, condensando na imagem a impressão e a memória de um evento, transformando-as no suporte principal e o veículo da tradição cultural e da memória social.

“Nos seus ensaios e conferências, Warburg estabelece a base para uma ciência da iconologia, desenvolvida mais tarde por Panofsky, Gombrich, Saxl e outros. Contudo, no momento em que começa Mnemosine abandona uma certa abordagem redutora da interpretação das imagens simbólicas alimentada pela atenção da iconologia em estabelecer significados estáveis ou “intrínsecos”. Pelo contrário, Warburg trabalha no sentido de interpretar as imagens e o seu simbolismo como uma forma de metáfora e metonímia que coloca os significados (meanings) num movimento constante, mesmo quando inventa aquilo que Agamben cunhou de “ciência sem nome) das imagens, uma ciência que cresce nos “intervalos” das disciplinas e dentro de um círculo hermenêutico que se transforma para Warburg “numa espiral  que continuamente expande as suas fronteiras. Para compreender melhor esta “ciência sem nome” e as tensões que produz na obra de Warburg entre explicação e implicação, representação e expressão, iconografia e iconologia, não será suficiente:uma noca metaforologia é necessária” (Johnson, C.D. (2012), Memory, Metaphor, and Aby Warburg’s Atlas of Images, Ithaca, New York: Cornell University Press, p.60)

 (Apresentação e síntese: Luísa Arroz Albuquerque)

Full text: bt1_atlas-mnemosine-1929